sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Desafio Leitura - "Como Eu era antes de Você"

Oi, tudo bem?
Bom hoje não vou falar do meu príncipe, mas sim do primeiro livro que li este ano.


Ganhei este livro no meu aniversário, e simplesmente amei a história. 

Sinopse: Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Trabalha como garçonete num café, um emprego que não paga muito, mas ajuda nas despesas, e namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe.
Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Tudo parece pequeno e sem graça para ele, que sabe exatamente como dar um fim a esse sentimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro
Fonte: http://www.saraiva.com.br/como-eu-era-antes-de-voce-4889143.html

Will e Lou são personagens distintos, com mundos bem diferentes, mas que devido a um acaso do destino se encontram, e o que de início era apenas um trabalho, passou a ser um desafio adorável para Lou. A história é cativante, a cada página você fica com mais vontade de saber o que irá acontecer, cria mil expectativas, mas confesso que o final não foi nada do que eu esperava... mas nem por isso o livro deixou de ser apaixonante.

É um livro que vai fazer vc pensar em como a vida pode mudar em menos de um minuto, e que você deve aproveitar o hoje, porque o amanhã é uma caixinha de surpresa. Faz você pensar se realmente sabe o que é melhor para o outro, nem sempre o que achamos que é melhor, pode ser realmente o melhor, até que ponto podemos ser egoístas e fazer nossas escolhas, colocar nossos planos na frente dos sonhos dos outros?

Enfim, leitura super recomendada...

#desafiodeleitura, #1de10


Beijos

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Desafio de Leitura

Oi tudo bem?

Bom hoje o assunto não é gravidez, e sim outra coisa que adoro fazer, mas confesso que deixei de lado.


Que é o meu hábito de ler, antes lia muito, ai fui parando, parando até que simplesmente deixei de lado, ai no meio do ano passado, eu recomecei, e agora eu me desafiei a ler... 


Comprei um monte de livros do estilo da Zibia Gasparetto no ano passado, adoro livros espiritas, não acho que são indutores da religião, leio como livro de ficção, histórias que te envolvem, e na maioria das vezes te encantam. Você não precisa acreditar em reencarnação para gostar dele, Pois bem, peguei uma promoção e comprei logo 10 kkk (desses só li 2 até agora... kkk)

Ai acabei que acabei lendo outros livros, então assim, de julho até dezembro eu li: "A Culpa é das Estrelas" (John Green), "Lembranças que o vento trás" (Monica de Castro), "Com o Amor não se brinca" (Monica de Castro), "O Amor não tem Limites" (Amadeu Ribeiro).

O desafio é o seguinte tenho que ler 10 livros este ano, será um desafio e tanto, já que a partir do meio do ano, terei meu bebê, vamos ver se consigo, estou no segundo...

Vamos ver se consigo... vou postando o que achei de cada leitura.

Beijos

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

E as primeiras cutucadas...

E elas começaram, não nem de longe o que eu imaginei, mas estou curtindo...

Bom deixa eu contar como foi,.. no dia 11/02 eu senti umas empurradas perto do umbigo, um pouco abaixo, do lado esquerdo, como se fosse algo cutucando mesmo, no mesmo dia um pouco mais tarde senti as cutucadas, mas do outro lado... 

Não vou dizer que foi um momento emocionante, até porque eu nem sabia direito o que era, foi uma sensação estranha, mas gostosa, muito gostosa. Os dias passaram e cada vez mais eu sinto um pouco mais forte, não é nada constante, já passei dias achando que não estava sentindo nada, bateu o desespero... mas ai coloquei o meu dopller e ouvi o som mais lindo do mundo.

As cutucadinhas começaram exatamente quando eu completei 17 semanas, antes eu pensava que seriam chutes de eu sentir a barriga mexer, de sentir incomodo, mas agora só incomoda quando eu não sinto nada... kkk

Outra mudança é que enfim descobri o que é o famoso xixi de grávida... kkk, pois é me sentia incomodada quando as grávidas diziam não sair do banheiro, e eu não tinha tanta vontade assim, e pra mim isso já era sinal de alerta, tudo bem que não tomo muita água, mas... eu tinha medo, agora toda hora vou lá no banheiro, e tem horas que penso que vou encher a "Cantareira" e chego lá faço bem pouco... kkkk

Bom é isso continuo indo muito bem... mas o medo e a insegurança ainda estão por aqui.

Beijos

sábado, 7 de fevereiro de 2015

E o meu mundo é...

Bom, voltei rapidinho...

Bom o que tenho para dizer é que confirmei a cor do meu mundo, mas antes queria dizer umas coisinhas...

Quando eu perdi a minha filha, foi um momento muito difícil, então sempre que pensava num novo bebê no fundo eu queria uma menininha, não apenas por causa das roupinhas que estão compradas e guardadas, mas para suprir a falta que o mundo cor de rosa fazia para mim, me apaixonei pelos vestidinhos, fluflus, zebrinhas, oncinhas, lacinhos... enfim tudo do universo feminino, sem contar a cobrança, minha mãe sempre falava da netinha (até hoje ela não superou a perda da outra), cunhada, sobrinha, todo mundo falava que eu teria uma menina e eu me cobrava muito, queria esta menina, para suprir a perda da minha filhota.

Ai quando engravidei, algo no fundo me alertava pra ir me preparando porque seria um menino, cheguei a sonhar com meninas, tive sonhos que teria um casal, mas o mais velho seria um menino. Enfim fui trabalhando tudo na minha cabeça, não sabia porque, mas ficava super nervosa, às vezes chateada quando falavam que meu bebê era menina... kkk, vai entender né?

Fui me acostumando com a ideia que desde que viesse com saúde poderia ser uma menina ou um meninão... fiz ultra com 13 semanas e veio o palpite, o bebê estava mexendo demais, mas a médica palpitou e não mostrou nada. Fui me preparando, confesso que estava preparada para ouvir o que ela disse, mas me senti perdida por alguns dias, não que eu tivesse ficado triste, já estava acostumada com a ideia de um mundo azul, porém dentro de mim o mundo ainda era rosa, e não sabia o que pensar... quando a médica palpitou foi estranho, porque ela disse que era apenas um palpite, ficou claro que ela não conseguiu ver muita coisa, então não podia comemorar ou me acostumar... e aquela raiva do mundo rosa? e a preparação para o mundo azul? não sabia onde tinha ficado, o que sabia era que estava em fase de adaptação.

Semana passada fomos fazer outra ultra, e chegamos lá o bebê simplesmente fechou as pernas travou mesmo, sacanagem né? Ai a médica foi bem legal, comigo, não sei se com ele, mas ela deu umas sacudidas nele...até que conseguimos ver... direitinho, que o meu mundo é AZUL, nunca imaginei que ficaria daquele jeito, eu chorei, me emocionei, e até agora quando penso no meu menino, fico emocionada, estou me adaptando ao mundo azul, carrinhos, barquinhos, aviões... nada de muitos detalhes, mas é o meu filhote, o meu príncipe, que vem por ai, meu presente de Deus!!!

Tá ai o meu garotão
Beijos!!!

Outro Resumão.. um dia chego lá...

Eita não dá nem para disfarçar que a coisa aqui tá grave e publicações zero, mas enquanto eu não conseguir deixá-lo do jeito que espero, acho que ficarei com preguiça de fazer algo aqui...kkk

Bom para atualizar um pouco estou com 16 semanas, barriga já aparece, agora impossível esconder, também já descobrimos o sexo (mas é assunto para outro post),

Bom as tremidinhas começaram por aqui, alguns dias estão mais fortes, outras nem sinto, eu costumo dizer que parecem mais cosquinha, ou aquele arrepio que vc sente nas costas, é uma sensação gostosa, mas diferente.

No dia 13/01 o meu esposo colocou a mão na minha barriga consegui sentir direitinho o bebê ir até a mão dele, senti uma bolinha mexendo, sensação deliciosa, sei que parece cedo, mas eu senti sim, e ele também falou que parecia uns choquinhos... kkkk

Ah os enjoos por aqui passaram no início do terceiro mês e agora no finalzinho estão voltando, eu não chego a colocar tudo pra fora, mas fico com ânsia e arroto muito, ainda bem que meu marido é super compreensível e não é nojento... kkk

Bom já enjoei minha comida, o macarrão da minha sogra, o macarrão da minha mãe, o cheiro de carne...
meu bebê com 9 semanas

Beijos

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Carta para um anjo

Um ano...

Filha hj completa um ano q vc nos deixou, sem um adeus, vc lutou bravamente pela sua vida, mas infelizmente nada pode ser feito por vc, vc nos escolheu para ser sua família e sempre seremos uma família que te ama, que sente a sua falta.
Me perdoa filha, por não poder te proteger, infelizmente vc partiu, sem um choro, sem um sorriso, simplesmente se foi... deixando um vazio imenso, uma dor q não passa, uma saudade q martela a cada batida do meu coração.
Podem vir mil filhos,  mas nenhum irá apagar a dor q sinto por não ter podido fazer nada por vc. Te amo minha pequena.

Escrito em 24/01/15

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Resuminho.... Resumão...

Bom não dá para falar de hoje sem falar como cheguei aqui né?
Dá?
Peraí que explico...

Estou grávida de 3 meses, descobri a 6 que sou portadora de um tipo de trombofilia que se manifesta durante a gestação, o tipo que tenho se chama SAAF, e para controlá-la tenho que tomar uma injeção de anticoagulante diária, e outros medicamentos.

Estamos indo bem, já fiz a primeira morfológica e o palpite da médica bateu com o palpite do marido de que espero um menino.

Já engravidei outras vezes, mas não sabia da SAAF, e a última gestação perdi minha bebê com 6 meses, depois disso, meu mundo parece uma bomba relógio, tenho muita fé, mas o medo e angustia também me deixam louquinha...

Além da trombofilia também tenho hipertensão crônica, portanto, tenho outra coisinha para cuidar.

Eu e meu marido estamos ansiosos por este presente de Deus e confiantes que tudo dará certo.

Mais pra frente conto como foi a descoberta da gravidez, e um pouco sobre a SAAF.

Beijos